Cigano teria assassinado funcionário de lava-jato

Do Correio

Um homem foi morto após se desentender com um cigano no começo da tarde deste sábado (02), em Santo Amaro, a 71km de Salvador. De acordo com informações da polícia, Divaldo Ribeiro Maia Filho, o Bicuri, 41 anos, era funcionário de um lava-jato onde o um cigano lavou seu carro e não quis pagar os R$ 15 cobrados pelo serviço.

Ao informar ao seu patrão que o cigano não queria pagar a quantia, o devedor não gostou e atirou no abdômen, no tórax e na perna do trabalhador. Depois dos disparos, a vítima foi levada ainda com vida para o hospital Santa Casa de Misericódia, em Santo Amaro, para estabilizar o quadro e em seguida poder ser transferido para a capital, onde receberia atendimento no Hospital Geral do Estado, mas não resistiu aos ferimentos.

Após o crime, os moradores da região ficaram indignados e atearam fogo na área das moradias dos chamados ciganos. O assassino conseguiu escapar em um carro, mas a polícia de Santo Amaro afirma já ter expedido um mandado de prisão para ele. Segundo a delegada coordenadora do plantão, que não se identificou, havia cerca de 50 famílias no acampamento.