Obras do Minha Casa Minha Vida paralisam, e proprietária de casa tira do próprio bolso para finalizar obra

Uma ubatense, residente na rua da Bica, contemplada com o programa do Governo Federal “Minha Casa Minha Vida”, não aguentou esperar o término das obras de sua residência, paradas há mais de seis meses, resolveu tirar dinheiro do próprio bolso e  contratou pedreiros e comprou material de construção para reiniciar as obras.

A ordem de serviço foi assinada pelo prefeito Edson Neves (PSD) em 16 de abril do ano passado, mas as obras começaram com atraso e até agora não foram concluídas. Muitos dos contemplados estão alojados em casas de parentes e até mesmo alugaram residências em virtude da demora da conclusão  das casas.

As obras do projeto “Minha Casa Minha Vida” exigem contrapartida financeira do município. Procurada, a empresa responsável pelas obras do projeto não quis se manifestar a respeito do atraso das obras. Por ora, as pessoas contempladas estão gastando do próprio bolso para concluir as obras e voltar para suas residências.

Redação Ubatã Notícias