Pablo: pepino em Una

Do Correio

Um grupo de pessoas que pagou para assistir ao show que o cantor Pablo do Arrocha faria em Una, no Sul do estado, registrou ontem (11) queixa na delegacia da cidade. “A gente vai caracterizar como estelionato porque foi vendido algo que não aconteceu”, disse a delegada Norma Freitas.

O produtor Marcelo Trota e uma mulher identificada como Vânia Freitas da Silva são acusados de estelionato e serão ouvidos pela delegada. Diante do atraso do cantor, várias pessoas que estavam no local atearam fogo em um carro da produção de Pablo, onde eram guardados equipamentos de iluminação.

A polícia ainda não identificou nenhum dos vândalos e aguarda o resultado da perícia para saber como o fogo foi ateado no veículo. Cerca de 500 pessoas são suspeitas de incendiarem o veículo na madrugada do último sábado (9) depois que o cantor se atrasou para um show. A produção do cantor estima o prejuízo em R$ 500 mil.