Prefeito pode ser defenestrado do cargo para dar lugar a Interventor nomeado pela Assembleia Legislativa

Os vereadores Caio Pina (PP) e Elmar Lopes (PMDB) protocolaram, no início da tarde desta quinta-feira (14), um Requerimento na Câmara solicitando a Intervenção do Governo do Estado no município de Ibirataia, sob a gestão Jorge Fair (DEM), com a justificativa de preservar a autonomia municipal, o respeito à pessoa humana e aplicação mínima das receitas destinadas à saúde e educação.

O Requerimento foi fundamento com base na formulação de denúncias que após investigadas pela CGU e aberto inquérito pela PF resultaram no indiciamento do prefeito Jorge Fair que teve, inclusive, os bens bloqueados pela Justiça. Fundamenta ainda a denúncia os gastos elevados do governo com pessoal e o resultado do Índice Fijan, que colocou a Prefeitura de Ibirataia como a mais próxima da falência no estado.

Para ser aprovado, o Requerimento precisa de 6 dos 9 votos da Câmara de Ibirataia. Se aprovado, a Assembleia Legislativa da Bahia, como reza a Constituição Federal, nomeará um interventor num prazo máximo de 24h para administrar o município. Mesmo aprovado, o prefeito Jorge Fair pode recorrer da decisão na Justiça, mas aí o estrago já estará feito em sua gestão. A votação acontece nesta quinta-feira.

Redação Ubatã Notícias