Câmara acatou denuncia por 6 votos a 1

A Câmara de Vereadores de Ubatã acatou, nesta segunda-feira (25), mais uma denúncia contra o prefeito afastado Edson Neves (PSD). Seis vereadores votaram pelo acatamento da denúncia: Edizio Ferreira (PMN), César Sales (PSDB), Paulo Silva (PSC), Durval Borges (PSB), Renan Souza (PR) e Nilson Ribeiro (PR).

A denúncia diz respeito às movimentações financeiras realizadas nas contas da Prefeitura de Ubatã pelo prefeito Edson Neves (PSD) após ter sido afastado do cargo por decisão do Desembargador Clésio Rosa, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A Câmara formou uma Comissão Processante para apurar a denúncia.

Os vereadores César Sales, Renan Souza e Edizio Ferreira vão compor a Comissão Processante. O presidente em exercício da Câmara de Vereadores, Durval Borges (PSB), convocou uma nova sessão para esta quarta-feira (27) para votar a Lei Orçamentária Anual (LOA), ou seja, o orçamento para 2012.

DENÚNCIA FOI FEITA POR MARAJÁ – DISSE FERNANDO FERNANDES

O vereador Fernando Fernandes (PR), o FF, ironizou a denúncia apresentada nesta segunda-feira (25) contra o prefeito afastado Edson Neves. A denúncia foi feita pelo ubatense Humberto Britto, a quem o vereador acusou de ter sido funcionário fantasma da gestão Neves. De acordo com o edil, Brito quer se passar por paladino da ética, mas foi marajá do governo do alcaide afastado e agora, como num passe de mágica, assume a Secretaria de Administração  da gestão Cássia Mascarenhas (PMN) e assina uma denúncia contra Neves. FF votou contra a denúncia sob o argumento de não conhecer o teor [da denúncia].

O MAIS ERRADO É QUEM EMPREGOU O MARAJÁ – DISSE CÉSAR SALES

O vereador César Sales disse ter estranhado o fato de Fernando Fernandes defender Edson Neves e não ter coerência. De acordo com Sales, “O mais corrupto é o senhor Edson Neves que empregou o marajá”. Ainda de acordo com César Sales, o empregador é que é o maior responsável, pois se for oferecido aos moradores um emprego fantasma, a maioria iria aceitar o “benefício” de bom grado.

Redação Ubatã Notícias