Faixas de protesto no Centro Administrativo da Bahia

Do Política Livre

Em greve há 77 dias, os professores da rede estadual de ensino retomaram o movimento grevista com força total depois do feriado de São João. A categoria, que promete protestar contra o governo Wagner durante o desfile do dia 2 de julho, continua espalhando faixas pela cidade, inclusive em frente a Assembleia Legislativa da Bahia, pedindo que o governo negocie. O governo garantiu que não vai oferecer uma nova proposta.

Ontem os professores usaram carros de som, panfletos e cartazes em frente às escolas polos para protestar contra a maratona de aulas, aulões e vídeoaulas programados pela Secretaria Estadual da Educação para que os alunos não sejam prejudicados nas avaliações do Enem. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) acredita que o objetivo desse programa é desmobilizar o movimento grevista e forçar a retomada das aulas.