Durval Borges apoiará o cunhado, Tarcísio Muniz

O vereador Durval Borges (PSB), que está ainda no primeiro mandato, não concorrerá à reeleição. A informação foi confirmada pelo edil durante a sessão realizada na noite desta segunda-feira (25). Borges responde a uma ação por Infidelidade Partidária movida pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE).

O vereador trocou, em setembro do ano passado, o PT pelo PSB, e o fato foi denunciado pelo Procurador Regional Eleitoral, Sidney Madruga. O parecer da PRE pede a cassação do edil. Durval Borges vai apoiar o seu cunhado, Tarcísio Muniz (PCdoB), que tentará, pela primeira vez, uma vaga na Câmara Municipal.

Outros vereadores que também não concorrerão à reeleição são Cássia Mascarenhas (PMN) e Paulo Silva (PSC), que apoiarão esposo e esposa, respectivamente, na busca por uma cadeira na Câmara. Já o vereador Edizio Ferreira (PMN), pai do pré-candidato a vice-prefeito Tinho, disse que ainda analisa a possibilidade de concorrer à reeleição. Definição só no dia 28 deste mês.

Redação Ubatã Notícias