Comandante da CIPM garantiu que policiamento será intensificado

Reunião realizada na manhã desta quarta-feira (27) entre o Major Melquíades, Comandante da 61ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) de Ubaitaba, e representantes de Camamuzinho, Distrito de Ibirapitanga, discutiu a onda de violência que assola o distrito nas últimas semanas.

Os moradores de Camamuzinho pleiteavam a instalação de um posto da Polícia Militar no distrito, que hoje é atendido pela PM de Ubatã. De acordo com o Major Melquíades, essa reivindicação não poderá ser atendida, mas o Major garantiu que a Companhia intensificará o policiamento no distrito.

Ao Ubatã Notícias, o Major disse ainda que o trabalho em parceria entre a comunidade e a PM contribui para que a violência seja amenizada no distrito. “A comunidade precisa denunciar qualquer ação criminosa”, enfatizou. Ainda de acordo com o Major, a polícia dará uma resposta à altura na marginalidade.

DOIS ASSASSINATOS ESTE MÊS E PROTESTOS NO DISTRITO

Duas pessoas foram assassinadas este mês em Camamuzinho. No dia 13 o idoso Waldomiro de Jesus foi morto a pedradas durante uma tentativa de assassinato. Já no último sábado, um homem assassinou, com um tiro de espingarda calibre 12, Jobérico Oliveira (41). Após a morte de Jobérico, populares interditaram, nesta segunda-feira (25), os dois sentidos da BR-330, o que causou grande congestionamento. A pista só foi liberada após a chegada da Polícia Rodoviária Federal.

Redação Ubatã Notícias