Somente na última década foi observado um aumento de cerca de 16 milhões de pessoas que se declararam evangélicas

Do Bahia Notícias

Embora o catolicismo seja a corrente espiritual mais influente do Brasil, com 123,3 milhões de adeptos em 2010, equivalente a 64,6% da população, os evangélicos foram os que mais cresceram em número de fiéis de 2000 a 2010, com expansão de 61,45%. O contingente católico diminuiu cerca de 22% nos últimos 20 anos.

Se em 2000 havia aproximadamente 26,2 milhões de evangélicos, que representavam 15,4% da população brasileira, em 2010 o número foi para 42,3 milhões, ou 22,2% dos entrevistados na pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada nesta sexta-feira (29). A porcentagem de católicos caiu 1,3%.