Populares disseram que homem tem problemas psiquiátricos

A Guarnição Rondesp Canoa Forte da Polícia Militar de Ubatã, composta pelos policiais Elizon Silva e Gilmar Alves, prendeu, por volta das 14:40 desta quarta-feira (11), Juvenal Santos da Cruz, de idade ignorada. Juvenal é acusado de tentativa de homicídio contra Emanoel Santos de Jesus, funcionário da empresa Dois Primos.

Segundo informações da PM, um veículo da empresa é guardado próximo a casa de Juvenal, que estaria incomodado com o barulho do carro quando retirado da garagem nas primeiras horas do dia. O acusado já havia corrido atrás de um funcionário da Dois Primos com um facão em punho nesta terça-feira (10).

Já nesta quarta-feira (11) Juvenal foi à empresa reclamar e acabou atirando, com uma espingarda de fabricação caseira, na perna da vítima. Após o disparo, a arma caiu no chão e o acusado saiu em disparada, mas acabou preso pela guarnição da PM nas proximidades do Colégio Estadual, antes que a população o linchasse.

Em depoimento, Juvenal alegou que estava sendo ameaçado  e disse que a vítima teria dado sorte, pois o tiro foi para matar. O acusado, que deve responder por tentativa de homicídio, foi ouvido pela delegada substituta Camila França Souza e permanece preso no Complexo Policial de Ubatã. Ate o momento não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

Ver mais Fotos

Redação Ubatã Notícias