Crime aconteceu em delegacia de Porto Seguro

Do Correio

Três policiais são apontados como responsáveis pela morte de um preso na noite de sábado (14) dentro da carceragem da delegacia de Porto Seguro. Um mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz da 1ª Vara Criminal da Comarca de Porto Seguro, André Marcelo Strogenski, nesta segunda-feira (16), e os investigadores já são considerados foragidos da Justiça. Otávio Garcia Gomes, 43 anos, Joaquim Pinto Neto, 42, Robertson Lino Gomes da Costa, 44, lotados na delegacia da cidade, além de Murilo Bouson de Souza Costa, 22, filho de Robertson, estão diretamente envolvidos na morte, segundo divulgado pela assessoria da Polícia Civil.

O preso Ricardo Santos Dias, 21, foi agredido e, mesmo socorrido para uma unidade de saúde da região, não resistiu aos ferimentos. No inquérito instaurado para investigar o caso, constam imagens registradas pelas câmeras de seguranças instaladas na delegacia, que mostram o momento da entrada e da saída dos acusados no dia e no local do crime. Ricardo era acusado de matar um comerciante durante um assalto no centro de Porto Seguro, na última quarta-feira (11).