Servidores cobram pagamento do mês de maio (Foto: Vinícius Machado/UN)

Cerca de 80 vigilantes, zeladores escolares e funcionários da merenda escolar foram às principais ruas da cidade protestar contra o atraso salarial que assola as categorias. A Prefeitura de Ubatã, sob a gestão da prefeita Cássia Mascarenhas (PMN), pagou o mês de junho e se “esqueceu” de pagar o mês de maio.

“Temos família e o que ganhamos é pra (sic) o nosso sustento. O prefeito era Edson Neves, mas não queremos em saber disso, trabalhamos e temos os nossos direitos”, disse um vigilante. Os servidores cruzaram os braços no dia 13 de junho, e desde então em parte significativa das escolas as aulas foram canceladas.

Mais de 100 servidores ainda não receberam os salários referentes ao mês de maio, o que tem causado muita insatisfação. Os funcionários reclamam ainda da falta de comunicação por parte da gestão Mascarenhas, que além de não regularizar a folha, não emitiu uma nota informando em qual dia os vencimentos serão quitados. Os servidores foram à BR-330 fazer pedágio para angariar fundos.

Redação Ubatã Notícias