Foto: Tiago Melo / Bahia Notícias

Do Bahia Notícias

Como era esperado, em assembleia-geral realizada na manhã desta terça-feira (24), os professores estaduais decidiram mais uma vez continuar a greve, que já dura 105 dias. Os docentes que se manifestaram favoráveis ao fim da paralisação foram vaiados pela maioria e repreendidos pelo presidente do sindicato da classe, Rui Oliveira, que defendeu “a liberdade de cada um se expressar como quiser”. Após a reunião, o grupo seguiu em caminhada para o Campo Grande em direção ao Corredor da Vitória, onde o governador Jaques Wagner tem um apartamento.

Segundo o presidente da APLB, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) entrarão no circuito para tentar articular uma “saída negociada do impasse”. Nesta quarta (25), haverá reunião das zonais e, na quinta (26), serão realizados um ato público e um bazar na Praça da Piedade, a partir das 9h. O próximo encontro da categoria foi antecipado para a sexta-feira (27), também às 9h, no Colégio Central.