A quadrilha é acusada de praticar ao menos 10 assassinatos na região

Do Vermelhinho

A Policia de Itabuna prendeu nesta terça-feira, uma quadrilha de pistolagem, que segundo o delegado Moisés Damasceno, vinha agindo na região e já matou cerca de 10 pessoas, a crime de mando. Foram presos, Ovídio Santos Sampaio, Reginaldo Santos, Herversom de Jesus Sampaio e Wesley Serafim. Eles são acusados de ter matado a empresaria Kátia Cristina dos Santos e o vereador de Pau Brasil, Vanderlin Pinheiro Matos, o Pio. A polícia também prendeu o empresário Edivan Santana, esposo de Kátia e que, segundo a policia, seria o mandante do crime e o fazendeiro, Marcos Santos Rocha, acusado de ser o mandante do crime do vereador.

O saldo de assassinatos praticados pela quadrilha chega a dez: Arnaldo Cardoso da Silva, morto na cidade de Santa Luzia; Anilton Teófilo da Silva, assassinado na localidade de Pau Feio, município de Camacan; Adinailton Miranda, executado no distrito de Jacarecy, município de Camacan; Alzenir Nery dos Santos, morto na cidade de Santa Luzia; Joaldo Santana, conhecido como Raimundo e morto em Santa Luzia; Nailton dos Anjos, morto também em Santa Luzia; Mário Oliveira; Kátia Cristina dos Santos, assassinada em frente a igreja Assembleia de Deus em Camacan; Edilson Rodrigues da Silva, o Dito, morto dentro de um ônibus em Itapebi, e por fim o vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Pau Brasil, Walderlins Pinheiro Matos.