Servidores não receberam ainda o mês de maio e nesta segunda completa mais um mês sem receber salários

Os vigilantes, secretárias escolares e motoristas do município completam nesta segunda-feira (30) dois meses de salários em atraso. A pendência se iniciou na gestão Edson Neves (PSD) e foi ampliada na gestão Cássia Mascarenhas (PMN). A reclamação é intensa e os servidores ameaçam cruzar os braços novamente.

“A gente não queria ir para a Justiça, mas parece que não vai ter jeito. Temos nossas famílias e o sustento da casa depende de nossos salários. Conta de água, energia, aluguel, está tudo atrasado. Estou sem dinheiro nenhum. Chegou dinheiro hoje e quero ver se não vão pagar”, reclama um servidor municipal.

O atraso nos salários começou quando o prefeito Edson Neves (PSD) torrou quase R$ 700 mil na Micareta. Em junho, houve uma retenção no INSS e o alcaide alegou verba insuficiente para não pagar toda a folha salarial do município. A gestão Cássia Mascarenhas pagou o mês de junho, mas não o mês de maio. Nesta segunda-feira (30) os servidores passam a ter dois meses para receber da Prefeitura.

Redação Ubatã Notícias