Ambev credita alta a aumento de impostos

A Ambev acredita que a alta de impostos para o setor de bebidas no Brasil pode resultar em um aumento de até 4,5% nos preços de cervejas e de até 9% no segmento de não-alcoólicos da companhia. “Será um repasse para o consumidor, não teremos incremento de receita”, afirmou nesta terça-feira (31) o vice-presidente de finanças e de relações com investidores da empresa, Nelson Jamel.

Os valores da cerveja, refrigerante, água e isotônicos foram reajustados pelo governo em maio. A nova tabela entra em vigor a partir de 1º de outubro, com o repasse sendo realizado ao longo do quarto trimestre. O reajuste também pode ter impactos nos investimentos planejados pela Ambev para o Brasil em 2012. Informações do Bahia Notícias.