Audiência
Ubatã FM
Publicidade




Ubatã: Prefeito convoca reunião com APLB para discutir pagamento de salários

Reunião ocorreu na última sexta-feira (Foto: Vinícius Machado/UN)

O prefeito Edson Neves (PSD) convocou uma reunião na tarde da última sexta-feira (03) com a Associação dos Professores Licenciados da Bahia (APLB) para discutir o pagamento dos salários dos servidores referentes ao mês de julho. E a notícia, a contar pelos extratos apresentados pelo alcaide, não são nada animadoras.

Os extratos evidenciam que Neves, ao reassumir o executivo no dia 28 de julho, encontrou saldo pouco superior a R$ 80,00 nas contas do Fundeb. Atualmente, segundo os extratos apresentados, há pouco mais de R$ 230mil. O problema é que a folha de profissionais da educação equivale a mais de R$ 600mil.

Dessa forma, é pouco provável que o município pague todos os salários referentes ao mês de julho dos servidores da educação no dia 10 de agosto. A APLB recebeu cópias dos extratos e deve marcar uma assembleia nos próximos dias para discutir o assunto com a categoria. Por ora, pairam incertezas.

PREFEITO DIZ QUE HOUVE TRANSFERÊNCIAS NAS CONTAS DO FUNDEB

Segundo o prefeito Edson Neves, não há dinheiro suficiente nas contas do Fundeb para pagar toda a folha dos profissionais da educação no dia 10. Em posse de extratos, o prefeito diz que foram realizadas transferências nas contas do Fundeb pela gestão Cássia Mascarenhas (PMN) para empresas que não possuem qualquer vínculo com a educação. No total, as transferências ultrapassam R$ 100mil.

APLB DIZ QUE VAI ACOMPANHAR TRANSFERÊNCIAS

O prefeito Edson Neves entregou à APLB todos os extratos das contas do Fundeb referentes ao período em que o município foi gerido pela prefeita em exercício Cássia Mascarenhas. O Sindicato diz que acionará o Departamento Jurídico para discutir o assunto e se manifestará nos próximos dias. Polêmica à vista!

Redação Ubatã Notícias 

1 resposta para “Ubatã: Prefeito convoca reunião com APLB para discutir pagamento de salários”

  • A Prefeitura não tem apenas Servidores da Educação.

    Considerando os princípios da Administração Pública e a ausência de associação ou sindicato das demais categorias de servidores municipais, o atual Prefeito deveria emitir uma nota esclarecendo como será corrigido o evidente desequilíbrio fiscal por qual o município passa.

    Também é fundamental que nesta nota fique claro qual serão as datas de pgto de TODAS as categorias.

    É evidente que muitos que passaram pela Prefeitura privilegiaram determinadas categorias, ferindo o princípio da impessoalidade na gestão pública, também é primordial que esse gravíssimo equivoco não seja repetido.

    Com base no Art.35 da Lei Orgânica de Ubatã meus vencimentos referente ao mês de Junho/2012 estão com 33 dias de atraso bem como os referentes a Julho/2012 já estão com 2 dias de atraso. Falo por mim, pois, no momento, pareço solitário na luta para que a Lei seja respeitada e os vencimentos dos servidores sejam pagos até o 5° dia como prevê a Lei.

    Como Servidor Público já cumpri meu dever de informar aos órgãos competentes sobre essa ilegalidade e continuarei a fazê-lo caso não se solucione.

    AlexandreCurriel.blogspot.com.br

Deixe seu comentário