Audiência
Ubatã FM
Publicidade




Mensalão: ‘Se fosse o Collor, estaria preso, mas no Lula não pega’, diz Roberto Jefferson

Presidente do PTB acompanhou em casa sessão no STF

Do Bahia Notícias

O ex-deputado federal e atual presidente do PTB, Roberto Jefferson, pivô do escândalo do mensalão por denunciar a compra de votos no Congresso, acompanhou a sessão no Supremo Tribunal Federal (ST), nesta segunda-feira (14), em que seu advogado Luiz Francisco Barbosa sugeriu que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deveria estar entre os réus. “Se fosse o Collor, estaria preso, mas no Lula não pega”, comentou o ex-parlamentar, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo. Apesar da aparente contradição entre a versão que sustentou durante sete anos – a de que Lula seria inocente –, o petebista mantém o discurso de que, em sua opinião, o petista não tinha conhecimento do mensalão.

Ao diário paulista, que assistiu com ele à sessão STF, o petebista reiterou diversas vezes que sentiu “surpresa” do ex-mandatário brasileiro quando o alertou sobre o mensalão. Segundo ele, a acusação de que o ex-presidente beneficiou o BMG e o Banco Rural representa a posição de seu advogado, fruto de desdobramentos das investigações. Jefferson, que se recupera de uma cirurgia realizada há 15 dias para a retirada de um câncer no pâncreas, riu quando Barbosa relembrou entrevista do ministro Marco Aurélio Mello em que chamou Lula de “safo”. Ele se emocionou e chorou quando a defesa de Emerson Palmieiri, ex-tesoureiro do PTB, disse que o presidente da legenda preservou os nomes de quem recebeu R$ 4 milhões do PT. “Ia envolver pessoas, revelar nomes?” Ao final, parecia satisfeito com a atuação do seu advogado, um gaúcho que destoa do estilo “almofadinha” dos demais defensores. “É muito maluco, muito corajoso…”

2 respostas para “Mensalão: ‘Se fosse o Collor, estaria preso, mas no Lula não pega’, diz Roberto Jefferson”

  • Olheiro says:

    Esse Roberto Jefferson é louco, olha a cara dele. É de quem usa muita coisa ruim.

  • indignado says:

    É um absurdo a lavagem cerebral que Lula fez no povo brasileiro usando artifícios que ele resolveu chamar de “Programas Sociais”, nunca em toda história deste País existiu uma rede de corrupção da magnitude do mensalão, atingindo proporções até então inatingíveis!

Deixe seu comentário