O transexual Thomas Beatie

Do Bahia Notícias

O transexual Thomas Beatie, que ficou conhecido mundialmente como o “homem grávido”, desde que anunciou o divórcio com sua mulher, nos Estados Unidos, enfrenta um imbróglio jurídico. O juiz responsável pelo caso questiona a legalidade do matrimônio. Em 2003, quando Thomas e Nancy se casaram, se apresentaram como heterossexuais porque ele nasceu mulher, mas fez a cirurgia para mudança de sexo antes do casamento. Eles tiveram três filhos. Para o juiz, o casamento é homossexual, já que ele e a ex-mulher têm órgãos femininos, e que este tipo de casamento é proibido no estado do Arizona. No entendimento do magistrado, o casamento não pode ser extinto ou dissolvido por nunca ter sido legal. Thomas alega que seus documentos pessoais o identificam como homem, desde quando tinha 24 anos.

Quando fez a mudança de sexo, ele manteve os órgãos sexuais femininos. Ele pediu o divórcio de Nancy em abril deste ano e declarou que a mulher batia em suas partes intimas. Ainda afirmou que a ex é alcoólatra e violenta, e que por diversas vezes fora agredido fisicamente. O site de notícias TMZ diz que Nancy negou as acusações e que teria dito que Thomas a abusa física e emocionalmente. Após ter sido divulgado um vídeo de uma suposta agressão da ex-mulher, em maio deste ano, ele conseguiu a custódia dos três filhos. Nancy fez uma histerectomia e não pode ser mãe. O primeiro filho foi concebido por inseminação artificial, com esperma de um doador. Depois, ele teve outros dois filhos, Jensen e Austin Beatie.