Ketlin, vida interrompida aos 4 anos por bandidos (Reprodução Oziel Aragão)

Os homens que mataram uma garota de quatro anos de idade (Lembrar) na madrugada de quarta  se apresentaram como policiais ao invadir casas no bairro Corbiniano Freire, em Itabuna,  informaram os familiares da vítima em depoimento à polícia. De acordo com a delegada Sione Porto, três homens foram detidos ainda na quarta-feira (15) sob suspeita de envolvimento com o crime. “Recebemos várias denúncias de que eles se escondiam no condomínio Pedro Fontes. Eles vão se interrogados hoje e vou pedir a prisão preventiva deles”, afirma a delegada.

Em depoimento, o pai, a mãe e uma tia da garota também informaram que a casa onde moram foi invadida por cerca de 15 homens encapuzados, com arma de grosso calibre. Segundo o relato da família, eles interrogavam os moradores do bairro à procura de pessoas associadas ao tráfico de drogas na região. “Duas gangues disputam os pontos de tráfico na região, uma do Novo Horizonte e a outra do Pau Caído”, explica Sione Porto.

Redação Ubatã Notícias