Audiência
Ubatã FM
Publicidade




Ubatã: Conselho Tutelar paralisa as atividades por atraso salarial

Conselheiros reclamam de salários e condições de trabalho

O Conselho Tutelar de Ubatã paralisou as atividades por tempo indeterminada nesta segunda-feira (27). Os conselheiros reivindicam pagamento de salários atrasados por parte da Prefeitura de Ubatã, sob a gestão do prefeito Edson Neves (PSD), bem como condições de trabalho. O Conselho atende cerca de 30 pessoas por dia.

Os servidores afirmam que estão sem receber salários há dois meses e que falta tudo no Conselho Tutelar do município, a exemplo de material de escritório, material de limpeza. Até o telhado da Unidade, apesar de diversas solicitações à Prefeitura, continua vazando e alagando as salas da repartição.

“Recebemos algumas solicitações das pessoas. Como não temos um carro à disposição, temos de nos deslocar a pé para atender comunidades distantes, como o Bairro Londrina e a Rua da Bica”, disse, sob a condição do anonimato, um dos conselheiros. Por ora, descaso total da gestão Edson Neves.

Redação Ubatã Notícias

4 respostas para “Ubatã: Conselho Tutelar paralisa as atividades por atraso salarial”

  • ANONIMO######### says:

    rsrs pelo o que falta …daqui a pouco ubatã para por completo…

  • JUSTICEIRA DE UBATA says:

    QUEM TRABALHA TEM QUE RECEBER. NAO TRABALHOU PARA CASSIA.., AGILSON, EDSON NEVES. TRABALHARAM PARA A PMU QUE É ORGAO PUBLICO E QUE ESTA ADMINISTRANDO A CADEIRA NO MOMENTO TEM QUE ARCAR COM TODAS AS DIVIDAS TAMBEM.. NAO BRIGAM TANTO PELO PODER FIQUEM TAMBEM COM OS SEU PROBLEMAS.
    AGORA QUE O CONSELHO TUTELAR PODERIA ATUAR DEVEREIA SIM. E ESTA DESCULPA QUE NAO TEM CARRO NE APOIO. É DESCULPA PARA IR AQUI NO CENTRO PRECISA CARRO?
    DEEM UMA VOLTA PELOS BARES DA CIDADE VERAO ADOLESCENTE BEBENDO E SE PROSTITUINDO.. SE AGISSEM MAIS SERIA OTIMO . M

  • Roberta says:

    Parabéns aos conselheiros pela atitude,já estava mais que na hora, porque é uma falta de respeito com estes profissionais que ganham miseravelmente um salário minimo, e trabalham em pessimas condições, tendo até mesmo que se deslocar a pé para fazer as visitas. Ubatã, so Jesus na causa…

    Acorda ministério público!!!

Deixe seu comentário