Prefeito foi convocado a prestar informações

O Juiz Antônio Carlos Maldonado Bertacco mandou notificar o prefeito Edson Neves (PSD) para que preste informações que entenda necessárias, no prazo de 10 dias, acerca do Mandado de Segurança (MS) ajuizado pela Câmara de Vereadores de Ubatã requerendo o repasse do Duodécimo referente ao mês de julho.

A gestão da então prefeita Cássia Mascarenhas (PMN) e atual presidente da Câmara não repassou o duodécimo ao legislativo ubatense, como reza a Lei, no dia 20 de julho. O prefeito Edson Neves, que retornou ao comando do executivo no final daquele mês, também não efetuou o repasse, o que motivou a ação.

Com o impasse, os servidores da Câmara deflagraram greve no último dia 14 de julho. O prefeito Edson Neves repassou o duodécimo referente ao mês de agosto, mas deu de ombros sobre o repasse do mês de julho, quando a prefeitura era administrada pela presidenta da Câmara Cássia Mascarenhas. O advogado Anderson Moreira representa a Câmara no Mandado de Segurança.

Redação Ubatã Notícias