Promoter deixa eventos seculares e passará a promover eventos Gospel

O Ubatã Notícias entrevistou, nesta quarta-feira (30), Adailton Santos, o Dai do Beer. Na entrevista, o promoter, que está a 9 anos à frente da maior festa de camisa da microrregião, fala sobre a expectativa do evento para este ano, sobre a estrutura do Beer Fest e também sobre a sua despedida de festas seculares. Confira.

UN – O Beer Fest começou em Ubatã em 2003, na época sob a produção da Tríade Eventos, que você fazia parte. O que mudou desde então?

AS – Sem dúvida, o reconhecimento do povo. Em 2003 a festa ainda era vista por muitas pessoas com certa desconfiança, mas conseguimos construir uma história muito bonita, e conseguimos transformar o Beer na mais representativa e também na maior festa de camisa da microrregião. Isso não é pouco.

UN – Qual a estrutura do Beer para este ano?

AS – Teremos uma mega puxada de trio, estrutura de banheiros, palco, iluminação de alto nível, camarotes, open Bar, a melhor sonorização da Bahia, que é a Mix Som, cerveja gelada, boate com DJ Rogério, Banda Fantasmão, Tomaki, Oz Polêmicos, Moreno no Capricho e atração principal, que é o nosso público.

UN – Em sua opinião, qual foi o melhor Beer Fest?

AS – Eu sempre costumava dizer que o melhor Beer Fest seria o próximo, o do ano seguinte. Desta vez terei de dizer que este ano será o melhor Beer de todos os tempos, pois será o último sobre a minha direção. O projeto, a partir do próximo ano, será tocado por outra pessoa. Já há negociação em vista.

UN – Você então deixará o Beer Fest após nove anos à frente do projeto?

AS – Sem dúvida. Tenho novos projetos para agora. Recebi um chamado de Deus e a nossa experiência acumulada em evento estará agora a serviço da Igreja e do Senhor Jesus. Já batizamos o nome do nosso primeiro evento, será o ‘Vem Louvar, Sul da Bahia’, que este ano já estreará com um dos maiores nomes da música gospel do Brasil, o Cantor Thalles Roberto.

UN – Falando ainda do Beer, qual a expectativa de público para este ano?

AS – Trabalhamos com a perspectiva de que 3.000 pessoas venham se divertir no Beer Fest. Até a noite desta quinta-feira (30), 1.500 camisas já haviam sido vendidas. Assim, pela nossa experiência em realizar o evento, a expectativa é que todas as camisas sejam vendidas até a manhã deste sábado. Se Deus quiser.

UN – Considerações Finais.

AS – Gostaria de agradecer a toda a comunidade ubatense e também a comunidade regional por ter abraçado, ao longo deste ano, o nosso evento, o Beer Fest. Construímos essa festa juntos, infelizmente não estarei mais à frente deste projeto, mas tenho certeza que quem assumir [O Beer] cuidará bem do evento e também do público. Uma boa festa para todos.