A OI iniciou reparos nos orelhões de Ubatã em junho, mas os vândalos insistem em continuar destruindo os telefones públicos

Em cerca de dois mil municípios brasileiros, telefones públicos da Operadora já deixaram de fazer cobrança por ligações locais. A medida foi tomada em acordo entre a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a OI, que não cumpriu os objetivos do Plano de Revitalização da Telefonia de Uso Público.

A medida, de acordo a Anatel, beneficiará cerca de 29% da população brasileira. Nesta quinta-feira (30) venceu o prazo para a OI efetivar a gratuidade em pelo menos 90% das duas mil cidades contempladas com a gratuidade das ligações locais em telefones públicos, os chamados orelhões.

Ubatã, Barra do Rocha, Ipiaú, Gongogi e Ibirataia estão entre as cidades contempladas com a gratuidade nas ligações locais realizadas a partir de telefones públicos. No caso ubatense, difícil será, no entanto, encontrar um orelhão que funcione. As ligações, sem ônus, podem não fazer muita diferença em Ubatã.

Confira Lista das Cidades Beneficiadas

Redação Ubatã Notícias