Pedreiro de 58 anos sobreviveu após ser baleado

Do G1

Um pedreiro de 58 anos sobreviveu após ser baleado na cabeça na tarde de terça-feira (4), quando estava saindo de casa para trabalhar na rua Elvira de Carvalho, em Itabuna. Segundo a polícia, a vítima foi atingida por um disparo efetuado por dois adolescentes rivais.

Após ser atingido, o homem foi levado para o Hospital de Base, em Itabuna, e liberado logo em seguida com um curativo na testa. Segundo ele, o ferimento foi superficial. O pedreiro conta também que no momento do disparo ele estava usando um boné, que pode ter diminuído o impacto da bala.”Era para ter me salvado. Ela [a bala] veio para me matar e desviou”, comemora o trabalhador.

Um dos adolescentes que teria participado do tiroteio foi apreendido e confessou que foi ao local para matar o rival, mas acabou atingindo o pedreiro. Ele já tinha registro na polícia por outros crimes. De acordo com os investigadores, exames serão feitos para confirmar de que arma saiu o tiro que atingiu o homem.