Foto: Agência Brasil

Do Bahia Notícias

O novo corregedor nacional de Justiça, o pernambucano Francisco Melo Falcão, assumiu a cadeira de Eliana Calmon nesta quinta-feira (6). “Juiz não pode ter partido, juiz tem que ser isento. O juiz tem que ser ágil, principalmente nas questões de grande interesse nacional”, defendeu. Ministro do Superior Tribunal de Justiça, o novo corregedor vai permanecer no cargo nos próximos dois anos.

Falcão afirmou que pretende combater a morosidade judicial. “Vou começar a verificar, em trabalho permanente com a Advocacia-Geral da União e com o Ministério da Justiça, para que repassem os dados dos processos e o tempo que estão levando para ser julgados. Vamos dar celeridade a isso. Vamos adotar o programa Justiça Plena, mutirão nos processos de extrema relevância e alto interesse público e do governo”, prometeu i novo corredor que assume a vaga logar da baiana.