Prefeito Jorge Fair tem gestão rejeitada por quase 50% da população ibirataense

O prefeito de Ibirataia, Jorge Abdon Fair (DEM), perdeu a compostura no último sábado (08) e resolveu atacar até os pastores evangélicos. Num discurso inflamado, o alcaide afirmou que os pastores, sem precisar nomes e tampouco religiões, se venderam ao candidato oposicionista, o empresário Marcos Aurélio (PP).

Os ataques aconteceram durante o bate papo do candidato à sucessão de Fair, o empresário Antônio Batista (PSC). “[…] Alguns se dizem evangélicos, se dizem pastores, mas acompanham candidatos que não têm identidade própria. Isso eu não chamo de crente, eu chamo de crentinho”, disse o alcaide.

O prefeito ainda completou: “O verdadeiro crente não é aquele que se esconde atrás de uma bíblia e fica recebendo dinheiro para enganar os eleitores, para enganar os crentes de sua igreja, trocando a consciência das pessoas para comprar o seu rebanho, se vendendo”, disse. A afirmação, é claro, causou indignação geral, e a comunidade evangélica estuda interpelar o prefeito judicialmente.

Ouvir o Áudio

Redação Ubatã Notícias