Como Servidor Público Municipal, Titular do Cargo de Controlador Geral do Município de Ubatã, acho que é mais que meu dever me manifestar nesse momento onde a crise no Município se agrava. É fato incontestável que existem Servidores Públicos com seus salários atrasados, bem como é fato, que esse não é um problema de agora.

Hoje estive acompanhando esta manifestação e em nenhum momento vi aclamação a qualquer candidato (a) ou coligação, assim não vi nenhum movimento Político Partidário e sim um movimento de protesto de Servidores Públicos, pais e mães de famílias, que estão sem receber seus Vencimentos.

Não é por nada que direito ao Trabalho e a Remuneração estão previstos na Declaração Universal dos Direitos Humanos! Assim, nesse momento de crise, é preciso que o Exmo. Prefeito tenha a sensibilidade e preste contas a sociedade das receitas e de quais pagamentos estão sendo feitos, para deixar claro e transparente de que a Lei está sendo cumprida.

Lembro que a Lei (LDO/2012 art.°5) prioriza o pagamento dos Servidores Públicos, pois estes tem em seus salários sua única fonte renda para se sustentar e suas famílias.

Alexandre Curriel, Administrador, Especialista em Gestão e Direito das Cidades