Os veículos não estavam segurados.(Foto:Radar64)

Do Bahia Notícias

O incêndio que atingiu na última quinta-feira (13) o galpão de uma concessionária de motocicletas em Eunápolis, no sul baiano, destruiu 250 unidades e a estimativa é de um prejuízo de mais de R$ 3 milhões. De acordo com o gerente da Dayun Motos, Charles Campos, os veículos não possuíam seguro.

Segundo o administrador, em entrevista ao Radar 64, o fogo teria começado na área de montagem que, após ação do fogo, passou a ter um cenário desolador, com ferros retorcidos, motos, quadriciclos, pneus e peças destruídos, além da estrutura das paredes e das casas vizinhas abaladas.

Segundo o gerente, há evidências de que o fogo começou em uma das motos. Os veículos, que são importados da China, chegam em contêineres e ficam acondicionados em uma estrutura de metal, cobertos por papelão e em suporte de madeira. O material é de fácil propagação. Ninguém ficou ferido na ação, que produziu uma cortina de fumaça que poderia ser vista a cinco quilômetros de distância da área.