Banco do Brasil aderiu à greve nesta terça-feira (Foto: Vinícius Machado/UN)

O Banco do Brasil de Ubatã também aderiu à greve por tempo indeterminado, iniciada nesta terça-feira(18). Os bancários reivindicam reajuste salarial de 10,25%, com 5% de aumento real, além de plano de cargos, carreira e salários, maior participação nos lucros e resultados (PLR) e mais segurança nas agências. 

Já o Banco do Bradesco de Ubatã não aderiu a greve. Não há informações sobre os motivos que fizeram os bancários da agência a ficaram de fora da paralisação. Em Ipiaú e Itabuna, por exemplo, a adesão a greve por parte dos bancários e das instituições bancárias foi de 100%.

Durante o período de greve, serviços como solicitação de empréstimos, transferências entre agências diferentes, saques de valores altos e pagamentos de contas acima de R$ 5 mil serão suspensos. As demais atividades podem ser feitas pela internet e nos terminais de autoatendimento.

Redação Ubatã Notícias