Servidores continuam protestos (Foto: Vinícius Machado/UN)

Os servidores públicos municipais, em sua maioria profissionais da educação, continuam os protestos por salários atrasados. Na manhã desta terça-feira (18) os servidores se concentraram novamente na praça Ruy Barbosa, no centro da cidade, e a reclamação é a mesma: regularização dos salários em atraso.

“Todos estão vendo que a manifestação é pacífica e ordeira. Temos família e precisamos dos nossos salários. Vamos continuar protestando até que os nossos salários sejam pagos pelo prefeito. Aqui não tem manifestação partidária. O nosso partido são os nossos direitos que estão sendo feridos”, disse uma professora.

A expectativa é que a gestão Edson Neves (PSD) comece a quitar os salários referentes ao mês de agosto a partir desta quinta-feira (20). O prefeito acusa a gestão Cássia Mascarenhas (PMN) de ter feito transferências irregulares da conta do Fundeb num valor superior a R$ 500 mil. A polêmica (e a manifestação) continuam.

Redação Ubatã Notícias