No debate imperou o “eu vou fazer”, mas o como e de onde virão os recursos pouco ou nada foi falado (Foto: Vinícius Machado/Ubatã Notícias)

Debate realizado neste sábado (22) colocou frente a frente os cincos candidatos à Prefeitura de Ubatã. O debate foi organizado em sistema de blocos, e os candidatos responderam, num esquema de réplica e tréplica, perguntas sobre meio ambiente, saúde, educação, segurança pública, saúde e infraestrutura e geração de empregos.

O debate foi realizado pela Paróquia Nossa Senhora da Conceição e assistido por um grupo de 150 convidados. Apesar da bela iniciativa da Igreja, pouco se viu de produtivo, isso porque parte significativa dos prefeituráveis do debate não se concentrou em apresentar propostas, mas em atacar os adversários políticos.

Aliado a isso, houve um festival de propostas sem qualquer viabilidade, como cursos de Medicina financiados pela gestão municipal e motorizar a guarda municipal com carros e motos (nem a Prefeitura tem carro). De positivo, ficou a bela iniciativa da Igreja e alguns lampejos de bom senso, exercício da democracia, respeito ao adversário político e apresentação de propostas por parte de alguns candidatos.

Ver mais Fotos

Análise da Participação dos Candidatos

Redação Ubatã Notícias