Objetivo é identificar portarias faltas e outras irregularidades

A Associação dos Professores Licenciados da Bahia (APLB) promoverá um verdadeiro pente fino na educação do município após o período eleitoral. O objetivo e coibir as fraudes e enxugar a folha salarial da rede educacional para que sobre verba em caixa para aumentos salariais e a promoção de melhorias no setor.

A finalidade da empreitada é, ainda, identificar portarias falsas como também pessoas que trabalham 40h sem ter direito. Especula-se em mais de 50 o número de portarias falsas na educação municipal. Devem participar e auxiliar na operação  pente fino, além da APLB, técnicos, a Polícia e também o Ministério Público.

A situação das portarias falsas é tão grave que já houve servidores irregulares indo à sede do Sindicato para pedir clemência. A APLB/Sindicato, núcleo de Ibirapitanga, já promoveu operação semelhante, e o resultado é que o município paga hoje um dos maiores salários aos profissionais da educação da região. Barbas de molho!

Redação Ubatã Notícias