Atriz lutava há nove anos contra o câncer de mama

Do Correio

A atriz Regina Dourado morreu aos 59 anos na manhã deste sábado (27), no Hospital Português, em Salvador. A artista lutava há nove anos contra um câncer de mama e estava internada em estado grave desde o dia 20 de outubro. Regina morreu às 11h20 depois de sofrer uma parada cardiorrespiratória. Um velório aberto ao público acontecerá neste sábado no Cemitério Jardim da Saudade e no domingo (28), às 16h, o corpo da atriz será cremado em cerimônia privada. 

A atriz descobriu um nódulo maligno em um dos seios, no ano de 2003, e durante alguns anos, passou por cirurgias, sessões de quimioterapia e radioterapia. A doença deu uma trégua, voltando apenas em 2010. No último dia 20, a Regina deu entrada no Hospital Português, em Salvador, em estado grave. Dois dias depois, a baiana deixou a UTI e não estava mais se submetendo à quimioterapia. A doença chegou a sua fase de metástase, dificultando o processo de cura. Em seus últimos dia de vida, Regina apresentou um quadro de insuficiência respiratória e infecção urinária – complicações decorrentes da metástase.