Cratera põe em risco segurança de pedestres (Foto: Ubatã Notícias)

Andar a pé pelas ruas ubatenses de Ubatã tornou-se uma aventura. Quem usa a caçada, que deveria ser um caminho seguro para pedestres, está sujeito a despencar em uma armadilha com prejuízos que vão desde a um simples susto a torções e fraturas que custam dias de afastamento do trabalho e das atividades diárias.

Basta dar uma volta pela cidade para perceber o descaso com as calçadas: buracos podem ser encontrados em alguns dos pontos mais movimentados e nobres da cidade. Os flagrantes de descuido e de perigo são muitos. A foto que ilustra esta matéria foi tirada numa calçada que fica localizada na Marinalva.

“Todo dia alguém cai ou tropeça aqui. É tanta gente que às vezes estou ocupada e nem dá para vir ajudar. Tem idoso, criança, gente adulta que passa correndo. E isso está assim há cerca de dois meses”, denuncia Maria Batista, de 56 anos. O buraco foi criado devido a um erosão no sistema de esgoto. Alô, Secretaria de Obras!

Redação Ubatã Notícias