Vendas não animam os comerciantes ubatenses

Comerciantes já falam em prejuízos nas vendas de Natal. De acordo com um grupo de lojistas da Avenida Marinalva, o movimento de consumidores é pequeno e as vendas estão bem menores do que o ano passado.

De acordo com o comerciante Serginho do Ouro, neste mesmo período do ano passado as vendas atingiram um patamar de 30 a 35% a mais do que os meses normais, mas este ano as vendas aumentaram apenas 5%. “Com certeza, as vendas poderiam estar melhores, tem muito consumidor na rua, mas dentro das lojas a circulação é baixa, estamos precisando vender mais. Penso que tudo isso é por conta da instabilidade política que a cidade atravessa”, afirma Serginho.

Vendas fracas no comércio diminuem também as oportunidades de empregos temporários. Os comerciantes não registraram vendas suficientes para contratar novos vendedores. O 13º dos servidores públicos, que poderia aquecer o comércio, ainda é uma incógnita. O tempo é de fazer economia.

Redação Ubatã Notícias