Segundo a polícia, a promotora foi estuprada pelos bandidos

Uma promotora e uma juíza sofreram um sequestro relâmpago na noite da última quinta-feira (15), na Pituba. Segundo a Polícia Civil, que investiga o crime, as duas foram abordadas e rentidas por um trio quando entravam em um bar, na Rua Amazonas. Os bandidos forçaram as duas a voltar para o carro e as levaram com eles. De acordo com a Polícia Civil, os assaltantes circularam pelas ruas com as duas vítimas por algumas horas, e então liberaram a juíza. A promotora permaneceu no veículo e só foi liberada na madrugada de sexta (16), muito ferida e depois de ser estuprada.

As autoridades policiais não informaram onde as duas foram deixadas e se os bandidos roubaram algo além do carro. A promotora atua em uma comarca do interior. Já a juíza trabalha em outro estado do Nordeste. Segundo fontes não oficiais, as duas foram socorridas para o Hospital Couto Maia na madrugada de sexta. A ocorrência foi registrada no plantão central da polícia e o Comando de Operações Especiais (COE) participa da investigação, com apoio do Departamento de Inteligência da Polícia Civil. As vítimas foram ouvidas na 16ª Delegacia (Pituba).