Taís Barbosa, 19, e Bruno Souza, 21, foram apresentados | Foto: Tiago Melo/BN

Do G1

A polícia prendeu entre a noite de terça-feira (20) e a madrugada desta quarta-feira (21) quatro pessoas suspeitas de participarem de crimes contra uma promotora e uma juíza em Salvador. Segundo a polícia civil, dois homens e um adolescente são suspeitos de sequestrarem as duas mulheres, além de estuprarem a promotora. A companheira de um deles também foi detida porque os pertences das vítimas foram encontradas com ela, mas sua participação nos crimes ainda é investigada.

As prisões foram realizadas por equipes do Centro de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, com o apoio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), local para onde os detidos foram encaminhados para interrogação. O grupo vai ser apresentado às 10h desta quarta-feira, na Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

A promotora foi violentada sexualmente após sofrer um sequestro relâmpago, juntamente com uma juíza, na noite de quinta-feira, em Salvador. Segundo as informações da polícia, a promotora, que trabalha em uma cidade do interior da Bahia e a juíza, que é de outro estado do país, estacionavam um veículo para se deslocar a um bar no bairro da Pituba, quando foram abordadas pelos suspeitos, que entraram no carro e iniciaram o sequestro.