Foto: Reprodução/ TV Anhanguera

O empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, falou pela primeira vez após a sua soltura, nesta sexta-feira (23), que a população do seu estado ainda ver ser orgulhosa dele. “O povo de Goiás vai ter orgulho de mim. Pode ter certeza disso”, prometeu. O empresário se pronunciou ao chegar em Anápolis (GO). Ele estava em Goiânia desde e foi proibido pela Justiça de deixar a cidade, mas recebeu autorização para visitar o túmulo da mãe, que fica em Anápolis. “É muito difícil para mim esse momento”, disse. “Perdi minha mãe, estava preso”, lamentou. Cachoeira disse ter perdido 13kg na prisão. “Nove meses segregado, preso. Em uma tese maliciosa da Procuradoria”, acusou. Após quase nove meses preso, o empresário deixou à 00h05 desta quarta-feira (21) o complexo penitenciário da Papuda, em Brasília. Informações da Folha.