Garota desistiu de leilão após receber ajuda da Band

O caso da jovem paulista que mora em Sapeaçu, no Recôncavo baiano, e leiloa a sua virgindade ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira (23). Rebeca Bernardo Ribeiro, 18 anos, contou que a primeira oferta recebida partiu de um vereador da cidade de Feira de Santana e que teria oferecido R$ 35 mil. Em entrevista ao programa Brasil Urgente, da TV Band, a jovem afirmou que o político pediu para que sua identidade não fosse revelada. De acordo com a promotora Sônia Sugar, da comarca da cidade onde Rebeca mora, a prática de venda da virgindade é considerada um caso de prostituição e a compra pode ser enquadrada como crime, bem como a intermediação de quem filma ou busca ofertas.