Roberto Jeferson cumprirá pena em regime semiaberto

O ex-deputado federal e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, foi condenado nesta quarta-feira (28) pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a sete anos e 14 dias de prisão em regime semiaberto por envolvimento no mensalão. A pena do petebista é relacionada à sua participação no esquema, no qual foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Jefferson é considerado o delator do mensalão por ter sido um dos primeiros a denunciar a prática. Por isso, os ministros avaliaram se a pena do ex-parlamentar deveria ser menor. O ministro relator, Joaquim Barbosa, se mostrou favorável a reduzir a pena de Jefferson. “Roberto Jefferson prestou uma colaboração fundamental, em especial, ao informar os nomes de outros autores da prática criminosa”, concluiu. Informações do Bahia Notícias.