População só vai liberar pista após ida da Embasa

Moradores do distrito de Colônia, a cinco quilômetros do centro de Eunápolis, no sul baiano, enfrentam há uma semana a falta de água. Nesta quinta-feira (6), a estrada que liga a localidade à sede foi fechada em protesto pela suspensão do serviço. Os manifestantes afirmam que o trânsito de veículos só será liberado quando algum representante da Embasa comparecer ao local e garantir uma solução para o problema. Para suprir as necessidades essenciais, os cinco mil moradores que vivem no local se viram como pode.

‘A gente está pegando água nas cisternas dos vizinhos, nas represas e rios para lavar louças e limpar a casa. Além da água ser poluída, os rios ficam distantes e o acesso até eles é perigoso. Mas não existe outra solução pra gente’, afirmou a moradora Rosilene Souza, em entrevista ao Calila Notícias. De acordo com a Embasa, o problema deve ser revolvido com a entrada em funcionamento do novo sistema de abastecimento de água do município, que foi ampliado e já está em fase de testes, mas que ainda não tem uma data precisa para ser inaugurado.