Foi assinado um Termo de Cooperação Técnica entre o TCM e o MPE.

Jornal A Região

O Ministério Público Estadual vai apertar o cerco contra os políticos baianos que cometem irregularidades com dinheiro público. Para isso, foi assinado um Termo de Cooperação Técnica com o Tribunal de Contas dos Municípios. O documento foi assinado pelo presidente do TCM, Paulo Maracajá, e o procurador geral de Justiça da Bahia, Wellington César Lima e Silva. O termo visa a prevenção e o combate à improbidade praticada no âmbito municipal.

Outro órgão que assinou Termo de Cooperação Técnica com o Tribunal de Contas dos Municípios foi a Procuradoria Regional Eleitoral. O objetivo é o intercâmbio de conhecimentos, experiências, rotinas, sistemas e técnicas de trabalho. Com o convênio, o TCM enviará para a Procuradoria Regional Eleitoral a lista dos gestores cujas contas tenham sido desaprovadas, principalmente a relação dos agentes públicos que tiveram suas contas rejeitadas nos últimos oito anos.