Prefeitura, que está fechada para expediente, já teve o serviço de energia suspenso 3 vezes por falta de pagamento

Prefeitura está fechada e já teve o serviço de energia suspenso 3 vezes por falta de pagamento

A Coelba suspendeu o serviço de energia da Prefeitura de Ubatã no dia 24 de outubro, ou seja, há quase dois meses, e até o momento o executivo municipal não efetuou o pagamento e regularizou o serviço. Com isso, a sede do executivo está fechada e diversos serviços essenciais estão sendo negados à população.

Em valores atualizados, o município de Ubatã deve mais de R$ 350 mil reais, mais precisamente o montante de R$ 357.097,05. O valor é oriundo do serviço de energia fornecido à iluminação pública e aos diversos prédios públicos municipais, a exemplo da Prefeitura, Mercado Municipal e Instituições Escolares.

Em pouco mais de um ano, a Coelba suspendeu o serviço de energia elétrica em três oportunidades por falta de pagamento. Ao que tudo indicia, a batata quente, ou melhor, o candeeiro será entregue à prefeita eleita Siméia Queiroz (PSB), que terá de renegociar o débito e clarear não apenas a prefeitura do município, mas o Mercado e Estádio Municipal. Por ora, tudo no truvo.

Redação Ubatã Notícias