Prefeito Jorge Fair castiga servidores, credores e até a Câmara Municipal

Prefeito Jorge Fair castiga servidores, credores e até a Câmara Municipal com falta de pagamento

A Justiça bloqueou, por meio de sentença proferida nesta quarta-feira (19) pela Juíza Carla Rodrigues de Araújo, as contas da Prefeitura de Ibirataia num montante superior a R$ 174 mil. A magistrada emitiu sentença favorável a um Mandado de Segurança (MS) ajuizado pela Câmara Municipal, que reclama atrasos nos repasses do Duodécimo, informa o site Tesouras Notícias.

A Prefeitura de Ibirataia, sob a gestão Jorge Fair (DEM), vinha há meses fazendo o repasse fatiado do duodécimo, o que se configura como crime de improbidade administrativa e pode até motivar a cassação do gestor. A saída encontrada pelo presidente da Câmara, Manoel da Ambulância (PTN), foi acionar a Justiça.

A Juíza Carla Rodrigues de Araújo ainda apreciará outros Mandados de Segurança ajuizados contra a gestão Jorge Fair, a exemplo de um impetrado por servidores municipais e um outro ajuizado pelo vice-prefeito José Antônio da Costa (PDT), que já acumula quase 6 meses de salários em atraso após declarar apoio ao prefeito eleito Marcos Aurélio (PP), inimigo político do atual prefeito Jorge Fair (DEM).

Redação Ubatã Notícias