Juiz José Brandão pediu que réu fosse retirado da sala durante depoimento

Juiz José Brandão pediu que réu fosse retirado da sala durante depoimento

Durante uma audiência criminal realizada nesta quarta-feira (18), em Olindina, no nordeste da Bahia, uma vítima, conhecida no local como Zumbi, pediu para que quando fosse depor fosse algemado, pois poderia não se conter com a emoção diante da presença do réu Wilian Santosno Fórum. O réu responde a, pelo menos, cinco processos penais na Justiça local por tentativa de homicídio. As algemas não foram necessárias durante o depoimento, pois o Juiz José Brandão, substituto da Comarca, mandou retirar o réu da sala.

O réu tentou por duas vezes matar Zumbi em duas ocasiões diferentes. Em 2010, o acusado jogou algumas pedras no telhado da casa da vítima e quando este abriu a porta, levou um tiro no pescoço. Zumbi foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, onde ficou 18 dias internado. A bala não pode ser retirada. Já em 2011, Willian, ao encontrar a vítima de costas, voltou novamente a atirar contra ele.

Willian também é acusado de ter matado uma adolescente de 13 anos, em 2007. O réu, depois que foi preso, fugiu após cavar um buraco na Delegacia de Polícia local e foi para São Paulo. O réu, para disfarçar a fuga, colocou garrafas pets embaixo do lençol no colchão da cela. A polícia, de inicio, não notou o desaparecimento do preso, que só foi recapturado no ano passado. Informações do Bahia Notícias.