Vera Franco - Prefeita Eleita

Vera Franco – Prefeita Eleita

O Ubatã Notícias entrevistou, nesta sexta-feira (28), a prefeita eleita de Barra do Rocha, Vera Lúcia Franco Ramos Costa (PSB). O UN já havia entrevistado Marcos Aurélio (PP), Gracinha Viana (PP), Siméia Queiroz (PSB) e Isravan Barcelos, respectivamente prefeitos eleitos de Ibirapitanga, Maraú, Ubatã e Ibirapitanga. Na entrevista desta sexta, Vera destacou os desafios que serão enfrentados pela sua gestão, as prioridades dos 100 primeiros dias de governo e muito mais. Confira.

UN – As eleições de Barra do Rocha foram vencidas pela senhora com apenas 42 votos de diferença para o Professor Léo. O que foi determinante para a vitória?

VF – As eleições são a festa da democracia e vencemos o pleito em razão de uma série de fatores. Entre eles estão o apoio do eleitor, as costuras partidárias realizadas e a nossa imagem enquanto gestora pública, que inspira confiança e credibilidade. O que quero dizer é que faremos um grande governo, pautado na transparência e no respeito às pessoas e às instituições, com a nossa experiência e qualificação profissional.

UN – Muitos eleitores e partidários seus apontavam numa vitória bem mais tranquila. Como o senhor analisa este fato?

VF – Durante a campanha realizamos diversas pesquisas de intenção de voto, que de fato apontavam uma margem tranquila de vitória, no entanto nunca sentamos em cima de vantagem. Pelo contrário, na campanha eleitoral fizemos o corpo a corpo com os eleitores nas zonas rural e urbana, realizamos um número considerável de bate papo, momento em que apresentamos as nossas propostas de governo.

UN – A senhora conseguiu unir no mesmo palanque o atual prefeito Jônatas Ventura, além de grandes líderes da política barrochense. Como foi costurar tantas alianças?

VF – Primeiramente, é importante ressaltar que a escolha do nosso nome se deu por meio de um processo democrático. Havia alguns prefeituráveis e por meio de uma pesquisa de intenção de voto, na qual apontou o nosso nome como favorito. O grupo então acolheu a nossa candidatura e graças a Deus saímos vitoriosas nas urnas.

UN – Por falar nisso, como agregar as lideranças no governo e não causar insatisfação já no início da gestão que se inicia em janeiro de 2013?

VF – Faz parte do processo democrático a partilha das secretárias entre os partidos que deram sustentação à campanha vitoriosa. No nosso caso, a escolha levará em conta critérios técnicos. Além disso, cobrarei pessoalmente resultados aos secretários, pois o município possui uma série de demandas e não poderemos perder tempo. Por isso, a nossa equipe precisa dar uma resposta positiva à comunidade, principalmente na educação, que se encontra numa situação muito difícil.

UN – Há sempre a expectativa de nomeação por parte de quem esteve com a prefeita eleita durante a campanha eleitoral. Como a senhora vai lidar com isso, principalmente diante da necessidade de enxugamento da máquina administrativa?

VF – Durante a campanha eleitoral uma das nossas preocupações foi a de apresentar propostas de governo, e não promessas. Caberá a nossa gestão incentivar o comércio local para que ele possa gerar emprego e renda para a comunidade. O TCM tem advertido que o município não pode gastar mais de 54% da receita líquida com pessoal, por isso não poderemos, também em razão da Lei de Responsabilidade Fiscal, inflar o quadro de funcionários do município.

UN – Dá para definir quais as prioridades dos 100 primeiros dias de governo?

VF – Sem dúvida. A nossa preocupação imediata será com a regularização dos salários dos servidores e com o pagamento dos credores. Além disso, faremos uma campanha forte para evitar a evasão de alunos da rede municipal. Paralelamente a isso, faremos um mutirão de limpeza no município.

UN – E qual será a bandeira do governo que se iniciará em breve?

VF – Na verdade, teremos bandeiras. A bandeira da transparência, do trabalho, do respeito ao servidor público, às instituições e em especial à comunidade. O que podemos garantir é que o nosso governo será pautado nos princípios da administração pública, e com a ajuda da comunidade implementaremos ações na educação, no lazer, na cultura, no esporte e nos diversos segmentos da gestão.

UN – Barra do Rocha possui diversos gargalos na administração pública. Um dos mais preocupantes é o débito milionário com o INSS. Já algo na direção de renegociar o pagamento da dívida?

VF – Já delegamos esta função a algumas pessoas de nossa confiança e em breve teremos novidades. A dívida hoje é muito elevada e é inviável administrar Barra do Rocha dessa forma. A Ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvati, afirmou recentemente que os municípios poderão renegociar o débito, e é isso que faremos. Acreditamos que até março teremos uma resposta positiva a este respeito.

UN – A gestão municipal barrochense vem convivendo com salários em atraso e insatisfação por parte dos servidores. Qual será a postura do governo Vera a este respeito?

VF – Um dos maiores desafios da nossa gestão a curto prazo será a regularização da folha salarial, mas posso garantir que pagar em dia os servidores será prioridade do nosso governo, e isso não será motivo de queima de fogos, pois é dever do gestor público. Cortaremos gastos da máquina pública desde o primeiro dia da nossa gestão, e publicaremos todos os atos para garantir total transparência, como manda os princípios da administração pública.

UN – Como será o diálogo da gestão Vera Franco com o Governo Estadual?

VF – Será o melhor possível. Já tivemos audiência com o governador Jaques Wagner (PT) e apresentamos as prioridades e demandas da nossa gestão, e a receptividade foi a melhor possível. Também tivemos audiência com o vice-governador Otto Alencar (PSD), que se mostrou sensível aos problemas do nosso município e prometeu nos auxiliar. Aliado a isso, temos de destacar que o nosso vice-prefeito, Valdir Tavares, é do partido do governador Wagner.

UN – Já há alguma definição acerca dos Secretários de Governo?

VF – Já definimos alguns nomes. Assumirá a Secretaria de Educação Geruza Arcanjo; na Saúde ficará Evaldo Deraldo; na Administração ficará Cleide Medeiros. Os demais titulares das pastas anunciaremos no dia da posse.

UN – Qual atenção será dada à zona rural pela gestão Vera Franco?

VF – Com certeza, uma atenção especial. Acreditamos que não existe cidade sem campo. Daremos, sem dúvida, mais qualidade de vida ao homem do campo, incentivando a agricultura familiar, a educação, a saúde, o esporte e o lazer. Além disso, daremos atenção especial aos assentamentos e manteremos em perfeito estado as estradas da zona rural. Esse será um compromisso da nossa gestão.

UN – Como a senhora imagina Barra do Rocha daqui a quatro anos?

VF – Sem dúvida alguma, uma cidade melhor, mais feliz, mais próspera, baseada em Deus, em nossa experiência e no nosso amor por esta terra. Trabalharemos incansavelmente para transformar nossa Barra do Rocha, apesar de ser uma cidade pequena, numa referência de seriedade e de zelo com a coisa pública. Podem esperar: a nossa cidade será um lugar muito melhor para se viver daqui a 4 anos.

UN – Barra do Rocha receberá em breve a Termoelétrica. Como fazer para que a vinda desta obra traga, de fato, benefícios para o município?

VF – Primeiramente, precisamos preparar o município e as pessoas para a vinda da Ttermoelétrica, isso significa dizer que Barra do Rocha precisa oferecer uma infraestrutura interessante e a comunidade barrochense precisa ser capacitada para o mercado de trabalho. Por isso, incentivaremos a implantação de cursos técnicos no município. Além disso, Barra do Rocha arrecadará impostos que serão utilizados pela nossa gestão para implementar ações em educação, infraestrutura, esporte, lazer e saúde. Não há dúvidas de que a termoelétrica trará benefícios.

UN – Considerações Finais.

VF – Gostaria de agradecer a todos pelo enorme carinho que recebemos diariamente, pelo apoio recebido durante a campanha eleitoral e dizer a todos que daremos uma resposta positiva à comunidade. Gostaria de agradecer também a Deus, que nos abençoa todos os dias, ao meu esposo, aos meus filhos, a minha família, aos amigos, enfim, a todas as pessoas que nos acompanham e acreditam em nosso trabalho. E dizer ao povo de Barra do Rocha: teremos muito trabalho a partir de 2013, mas um grande futuro pela frente. Conto com vocês nessa empreitada. A todos, muita paz, saúde e sucesso no ano que se inicia.

* Ler Entrevista de Marcos Aurélio

* Ler Entrevista de Gracinha Viana

* Ler Entrevista de Siméia Queiroz

* Ler Entrevista de Isravan Barcelos