Ex-prefeito deixa rombo nas contas da Prefeitura

Ex-prefeito deixa rombo nas contas da Prefeitura

O prefeito de Ibirataia, Marcos Aurélio (PP), recebeu um município em situação caótica após a o ex-gestor, Jorge Fair (DEM), administrar o município por 8 anos. Levantamentos iniciais dão conta que o município tem débito atual superior a R$ 15 milhões de reais, sem contar o INSS, cujo débito ainda não foi contabilizado.

O débito com a Embasa é de R$ 695.369,00; com a Receita Federal os valores ultrapassam 2 milhões de reais. O município deve ainda mais de R$ 2 milhões de reais às empresas de empréstimos consignados, à Coelba, cujo débito ainda não foi contabilizado, e mais de 03 meses de salários em atraso, além do 13º.

“Estamos recebendo um município totalmente endividado e mergulhado no caos econômico, social e financeiro. Formamos uma grande equipe e daremos uma resposta positiva à comunidade. Temos muito trabalho pela frente, mas sem dúvida resgataremos o orgulho do povo de Ibirataia por esta terra”, disse Marcos Aurélio.

EX-PREFEITO DEIXA ROMBO E PROCESSOS

Se serve de consolo para a comunidade ibirataense, o ex-prefeito de Ibirataia, Jorge Fair (DEM), deixa um rombo nas contas públicas da prefeitura, mas responde/responderá por uma série de processos na Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Federal e Polícia Federal, em que o ex-gestor foi indiciado na Operação Vassoura de Bruxa por fraudar licitações públicas. Fair ainda tem mais de R$ 2 milhões bloqueados por falcatruas à frente da administração municipal.

Redação Ubatã Notícias