Warning: Use of undefined constant HTTP_USER_AGENT - assumed 'HTTP_USER_AGENT' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/ubatanoticias/public_html/wp-content/themes/ubatanoticias/header.php on line 1
Dilma veta projeto que previa porte de arma para agentes prisionais



Audiência
Ubatã FM
Publicidade






Dilma veta projeto que previa porte de arma para agentes prisionais

Presidente Dilma Roussef

Presidente Dilma Roussef

A presidente Dilma Rousseff vetou integralmente o projeto de ei 87/2011 que previa o porte de arma, mesmo fora de serviço, a agentes e guardas prisionais, a integrantes das escoltas de presos e às guardas portuárias, noticia a Agência Brasil. O veto foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (10).  Na explicação do veto, dirigida ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a presidente informa que foram ouvidos o Ministério da Justiça e a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, que se manifestaram contra o projeto. As duas áreas alegaram que, se sancionado, o projeto implicaria maior quantidade de armas de fogo em circulação, “na contramão da política nacional de combate à violência e em afronta ao Estatuto do Desarmamento”.Ainda de acordo com a Agência Brasil, na justificativa para o veto, foi ressaltada também “a existência da possibilidade de se requerer a autorização de porte para defesa pessoal, conforme a necessidade individual de cada agente”. Informações do Bahia Notícias.

1 resposta para “Dilma veta projeto que previa porte de arma para agentes prisionais”

  • A leitura do veto foi feita pelo deputado Luizinho Goebel (PV), o qual confirmou ao presidente do Singeperon a votação em plenário para derrubar ou não o veto para o próximo dia 05 de junho. Estava confirmada para a última quarta-feira (23) uma grande manifestação dos agentes penitenciários pela derrubada do veto pelos deputados, conforme prometeu o próprio presidente do Legislativo, deputado Hermínio Coelho (PSD). Com o novo fato, ficou adiado para o dia 05/06.

Deixe seu comentário