Estudo foi realizado por uma Organização Britânica

Estudo foi realizado por uma Organização Britânica

Os dados apontados pelo relatório de uma organização britânica são assustadores, sobretudo se consideradas as estatísticas mundiais sobre a fome.  De acordo com o documento, intitulado Global Food; Waste not, Want not (algo como “Alimentos Globais; Não Desperdice, Não Queira”), até 50% de toda a comida produzida anualmente no mundo, o equivalente a dois bilhões de toneladas, vão parar no lixo. Entre os motivos do megadesperdício apontados pelo relatório estão a inadequação das condições de armazenamento. O rigor visual dos consumidores também contribui para que o descarte seja o destino de muitos alimentos.

O relatório aponta, por exemplo, que os consumidores têm preferências por determinados formatos e até tonalidades cromáticas específicas. O estudo diz que até 30% das frutas, verduras e legumes plantados na Grã-Bretanha sequer são colhidos por causa de sua aparência, informa a BBC Brasil. Ainda de acordo com a publicação, o desperdício de alimentos também implica em desperdício de recursos usados para a produção deles, a exemplo de água e energia, conforme alerta o relatório da Institution of Mechanical Engineers, uma organização que representa engenheiros mecânicos e reúne cem mil membros no Reino Unido. Informações do Bahia Notícias.